Opinião

Carcinoma do ovário: novos biomarcadores, novas terapêuticas?

17 Dez. 2019

A terapêutica do cancro do ovário (CO) manteve-se praticamente inalterável durante um longo período e a investigação de biomarcadores com potencial impacto na prática clínica revelou-se lenta ao longo dos anos. Tradicionalmente, o tratamento do CO tem por base a cirurgia de citorredução máxima, a quimioterapia à base de platino, eventualmente associada a tratamento concomitante e de manutenção com o anti-angiogénico bevacizumab. 

Por favor faça ou registe-se para aceder a este conteúdo

Newsletter

PUB

 

Apoio

AstrazenecaBayerBMSMerck

 

MSDPfizer OncologyRocheTakeda