Opinião

Ensaios clínicos: como implementá-los?
Luís Almeida, MD, PhD, presidente do Colégio de Farmacologia Clínica da OM
16 Fev. 2016

“Cabe às partes interessadas portuguesas aproveitar este contexto de oportunidade e desenvolver estratégias que aumentem a competitividade nacional em investigação clínica, e particularmente na realização de ensaios clínicos.”

A imunidade no mieloma múltiplo
Prof.ª Doutora Cristina João, hematologista na Fundação Champalimaud
16 Fev. 2016

"O conhecimento do sistema imune tem permitido desenvolver ferramentas terapêuticas que são já utilizadas na prática clinica com mais sucesso do que aquele que conseguíamos apenas com utilização de agentes de quimioterapia e corticoides".

Terapêuticas-alvo no cancro do pulmão de não pequenas células
Prof. Doutor Henrique Queiroga, Faculdade de Medicina da Universidade do Porto
10 Fev. 2016

Apesar dos avanços dos últimos anos, o Prof. Doutor Henrique Queiroga defende que é "necessário aprofundar os conhecimentos sobre as alterações dos genes potencialmente responsáveis pela carcinogénese e pelas respetivas vias de sinalização".

Cuidados paliativos: uma área prioritária de saúde pública!
Prof. Manuel Luís Capelas, presidente da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos
02 Fev. 2016

O presidente da APCP, Prof. Doutor Manuel Luís Capelas, faz uma reflexão sobre os resultados divulgados pelo Observatório Português dos Cuidados Paliativos, perspetivando o futuro destes cuidados em Portugal. Leia aqui a opinião do especialista.

Cuidados Paliativos: um novo modelo integrado
Dr.ª Ana Paula Costa, coordenadora da Equipa de Cuidados Paliativos do CHGaia/Espinho
19 Jan. 2016

Após as I Jornadas de Oncologia e Hematologia, organizadas pelo Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia/Espinho, a Dr.ª Ana Paula Costa, moderadora da sessão sobre Cuidados Paliativos, partilhou as principais ideias discutidas.

Da Cirrose ao Cancro
Prof. Doutor Rui Tato Marinho, vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Gastroenterologia
16 Dez. 2015

Quando se fala em morte por doença hepática deve ser considerado um trio constituído por cirrose hepática, carcinoma hepatocelular e o contexto da coinfecção VIH com o vírus da hepatite C (VHC).

Comunicação com o doente oncológico
Dr.ª Emília Albuquerque, Unidade de Psiquiatria do IPO-Coimbra
01 Dez. 2015

A propósito do curso pré-congresso organizado pela SPO, a Dr.ª Emília Albuquerque salienta o impacto que uma comunicação eficaz pode ter na adaptação do doente oncológico à doença e na sua consequente adesão à terapêutica, assim como na sua qualidade de vida.

"A Oncologia deve aproximar-se do doente"
Dr.ª Sónia Rego, oncologista no Hospital da Arrábida
19 Nov. 2015

“A empatia é essencial no relacionamento entre o médico e o doente. É fundamental que o doente perceba que a nossa missão é ajudá-lo e que para isso estamos ao seu lado”, afirma a Dr.ª Sónia Rego, oncologista no Hospital da Arrábida.

Newsletter

Agenda

Agenda News Farma

PUB

 

 

 

 

 

Apoio

AstrazenecaBayerBMSGSKIpsenLillyMerck

 

MSDViatrisPfizerSanofi GenzymeTakeda