Entrevistas

Dr.ª Noémia Afonso aborda posicionamento de inibidores da PARP no algoritmo de tratamento sistémico do cancro do ovário
Dr.ª Noémia Afonso
09 Dez. 2020

O webinar da GSK, intitulado “Principais questões no cancro do ovário nas diferentes perspetivas”, teve lugar a 19 de novembro no Congresso Nacional de Oncologia e contou com a participação e moderação da Dr.ª Noémia Afonso, oncologista médica do Centro Hospitalar Universitário do Porto, que apresentou as principais opções de tratamento sistémico do cancro do ovário, com destaque para os inibidores da PARP (iPARP).

Dr.ª Sofia Campelos explica metodologia única usada para aferir a qualidade de imunocitoquímica
Dr.ª Sofia Campelos
07 Dez. 2020

No evento virtual da MSD “Cancro do Pulmão: o Doente no Centro da Imunoterapia, a Dr.ª Sofia Campelos explicou o procedimento, que utilizam no Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP), para fazer os controlos de imunocitoquímica. A especialista refere que, pelo que sabem, essa metodologia ainda não está a ser utilizada em mais nenhuma instituição do País, uma vez que a maioria dos sítios faz apenas o controlo em lâmina.

Prof.ª Doutora Paula Borralho: Anatomia patológica assiste a uma “enorme evolução”
Prof.ª Doutora Paula Borralho
07 Dez. 2020

A anatomia patológica, hoje em dia, também já aconselha a terapêutica, já percebe qual pode ser o tratamento eficaz em determinado doente. “É uma enorme evolução”, diz a Prof.ª Doutora Paula Borralho, do Hospital CUF Descobertas, em Lisboa, no evento “Cancro do Pulmão: o Doente no Centro da Imunoterapia”, que se realizou a 10 de outubro.

Deve-se treinar a comunicação para que a relação com o doente seja mais efetiva
Enf.ª Emília Alves
30 Nov. 2020

A Enf.ª Emília Alves, da Fundação Champalimaud, defende que a comunicação se treina e vão sendo adquiridas outras competências no processo. O treino dá “ferramentas preciosas para se conseguir efetivar melhor a relação terapêutica com o doente”, referiu aquando da apresentação que fez, no evento “Cancro do Pulmão: o Doente no Centro da Imunoterapia”, onde se juntaram profissionais de várias classes da saúde.

Dr. André Mansinho: “A perceção global é que o número de diagnósticos e de doentes tratados seja menor”
Dr. André Mansinho
24 Nov. 2020

Médicos de família sobrecarregados. Limitações no acesso a consultas. Desvio de profissionais. Redução de procedimentos e de acesso a meios de diagnóstico. Estas são algumas das situações que fazem prever um decréscimo no número de diagnósticos e de doentes tratados, embora o Dr. André Mansinho ressalve que não existem ainda dados efetivos que o comprovem. Por outro lado, o oncologista dá a conhecer a realidade do Hospital Santa Maria, em Lisboa, revelando que houve um aumento de primeiras consultas, face a 2019.

Dr.ª Margarida Felizardo: Medos sobre a imunoterapia em doentes com CPNPC metastático “deixam de ter espaço”
Dr.ª Margarida Felizardo
24 Nov. 2020

Os medos que existiam, inicialmente, sobre imunoterapia em doentes com cargas tumorais elevadas e com metastização cerebral “deixam de ter espaço”. Esta é a conclusão a reter da intervenção da Dr.ª Margarida Felizardo, no evento “Cancro do Pulmão: o Doente no Centro da Imunoterapia”, onde apresentou, com a Dr.ª Encarnação Teixeira, dois casos clínicos “muito especiais”.

Dr. Paulo Calvinho apela a maior investimento na deteção precoce do cancro do pulmão
Dr. Paulo Calvinho
24 Nov. 2020

O Mês de Sensibilização para o Cancro do Pulmão assinala-se em novembro. Em entrevista ao My Oncologia, o Dr. Paulo Calvinho, coordenador da Unidade de Cirurgia torácica do Hospital de Santa Marta, em Lisboa, aborda o impacto que a COVID-19 está a ter no diagnóstico e tratamento do cancro do pulmão, nomeadamente a diminuição das listas de espera e do número de doentes discutidos em reuniões multidisciplinares. Além disso, defende a necessidade de investimento na deteção precoce, como forma de aumentar a sobrevida dos doentes e reduzir os custos para o Serviço Nacional de Saúde.

Foco na investigação e cooperação na continuidade ao atual mandato do NIJE
Dr. Diogo Martins Branco
17 Nov. 2020

No âmbito das eleições para o Núcleo de Internos e Jovens Especialistas (NIJE) da Sociedade Portuguesa de Oncologia (SPO), que decorrem entre os dias 12 e 19 de novembro, a My Oncologia esteve à conversa com o Dr. Diogo Martins Branco, oncologista do Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPO Lisboa) e atual membro do NIJE, sobre as principais áreas de atuação da Lista C e o seu foco na investigação e cooperação nacional e internacional. Veja a entrevista em vídeo.

Investigação, multidisciplinariedade e representatividade: os pilares da Lista M para o NIJE
Prof. Doutor Mário Fontes e Sousa
17 Nov. 2020

A propósito das eleições para o Núcleo de Internos e Jovens Especialistas (NIJE) da Sociedade Portuguesa de Oncologia (SPO), que decorrem de 12 a 19 de novembro, a My Oncologia conversou com o Prof. Doutor Mário Fontes e Sousa, oncologista no Hospital CUF Tejo, sobre a Lista M e o seu foco na investigação, multidisciplinariedade e representatividade. Assista ao depoimento em vídeo.

Prof.ª Doutora Catarina Eloy: “A anatomia patológica está a entrar numa fase de digitalização progressiva”
Prof.ª Doutora Catarina Eloy
17 Nov. 2020

“A anatomia patológica está a entrar numa fase de digitalização progressiva, que começa a trazer ferramentas únicas de inteligência artificial para a apreciação de tumores”. Foi sobre elas que incidiu a apresentação da Prof.ª Doutora Catarina Eloy, do Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto (IPATIMUP), no evento “Cancro do Pulmão: o Doente no Centro da Imunoterapia”, realizado a 10 de outubro.

Newsletter

Agenda

Agenda News Farma

PUB

 

 

 

 

 

Apoio

AstrazenecaBayerBMSGSKJanssenLillyMerck

 

MSDPfizerRocheTecnimedeViatris

 

Aliança Merck | PfizerSERVIER