Atualidade

22 Out. 2019

Cerca de 72% das mulheres portadoras de mutações patogénicas no gene BRCA1 e cerca de 69% das mulheres portadoras de mutações patogénicas no gene BRCA2 vão desenvolver cancro da mama até aos 80 anos, revelam os dados mais recentes. Um tema que, segundo a Dr.ª Tamara Milagre, presidente da Associação de Apoio a Portadores de Alterações nos Genes Relacionados com Cancro Hereditário (Evita), gera cada vez mais curiosidade, mas onde se sente “uma enorme falta de consciencialização de alguns profissionais de saúde, como o médico de família, que está na linha da frente e que muitas vezes desconhece a possibilidade de haver uma síndrome de cancro hereditário na família, mesmo tendo os casos todos pela frente”.

15 Out. 2019

Na próxima quinta-feira, dia 17 de outubro, entre as 17h30 e as 19h00, o auditório do Centro Hospitalar Universitário do Porto dá lugar à Sessão de Esclarecimento sobre Cancro do Pulmão, uma iniciativa da Associação Portuguesa de Luta contra o Cancro do Pulmão (Pulmonale).

14 Out. 2019

O urologista Dr. Frederico Furriel é um dos membros da equipa vencedora da Bolsa de Investigação 2019 da Associação Portuguesa de Urologia. A bolsa atribui o valor de 10 mil euros para o desenvolvimento do projeto “Uma nova abordagem para potenciar a imunoterapia no cancro da bexiga avançado – a inibição da via da adenosina”, em cujos estágios de avaliação inicial poderão participar doentes seguidos no Serviço de Urologia do Centro Hospitalar de Leiria (CHL).

14 Out. 2019

Durvalumab em monoterapia está indicado para o tratamento do cancro do pulmão de células não-pequenas (CPCNP), localmente avançado, irressecável, em adultos cujos tumores expressam PD-L1 em ≥ 1% nas células do tumor e cuja doença não progrediu após quimiorradioterapia baseada em platina.

12 Out. 2019

"Uma organização sem memória é uma organização incompleta". Por essa razão, a comemoração do 30.º aniversário da Sociedade Portuguesa de Senologia reuniu "todos aqueles que, desde a sua génese e ao longo dos 30 anos, contribuíram para tornar a SPS naquilo que atualmente é", afirmou em entrevista o Dr. Fernando Castro. O My Oncologia reuniu, em imagens, alguns dos momentos que marcaram as XVIII Jornadas de Senologia. Veja a fotogaleria.

12 Out. 2019

"Quando delineámos as XVIII Jornadas de Senologia procurámos construir um programa aliciante e ambicioso e esse objetivo foi cumprido", uma convicção partilhada não só pela comissão organizadora, liderada pelo Dr. Fernando Castro, mas também pelos 400 participantes do evento que, ao longo de dois dias encheram o auditório do Hotel Tivoli Carvoeiro.

11 Out. 2019

Coube ao Dr. Fernando Castro, presidente da Sociedade Portuguesa de Senologia (SPS), dar as boas-vindas aos mais de 400 participantes que se reúnem, hoje e amanhã, nas XVIII Jornadas de Senologia. “Numa altura em que o tempo e a disponibilidade escasseiam, é imprescindível reconhecer aqueles que decidem colaborar nos eventos científicos organizados pela SPS e que irão contribuir para o seu elevado nível científico”, afirmou na sessão de abertura que decorreu esta manhã.

11 Out. 2019

As XVIII Jornadas de Senologia terão como último momento do programa científico, no dia 12, uma sessão dedicada à discussão de casos clínicos por elementos das Unidades de Mama, a partir de um inquérito anónimo promovido pela Sociedade Portuguesa de Senologia (SPS). A começar às 15h40, esta será uma sessão interativa, com a votação simultânea por parte da audiência das Jornadas, e cujas respostas serão o ponto de partida do debate.

08 Out. 2019

Foram publicados no New England Journal of Medicine os dados que demonstraram que os doentes com cancro da próstata metastático resistente à castração (CPmRC) previamente tratados com docetaxel e que progrediram nos 12 meses com um agente alvo de sinalização de androgénios (abiraterona ou enzalutamida) apresentaram uma sobrevivência livre de progressão radiográfica (SLPr) significativamente mais longa com cabazitaxel mais prednisona comparativamente com a abiraterona mais prednisona ou mais enzalutamida. A sobrevivência global (SG) com cabazitaxel  também foi significativamente mais longa. Estas conclusões do ensaio CARD foram apresentadas num Simpósio Presidencial do Congresso de 2019 da Sociedade Europeia de Oncologia Médica (European Society of Medical Oncology, ESMO), em Barcelona, Espanha.  

08 Out. 2019

O Dr. Sérgio Dias, investigador principal do Instituto de Medicina Molecular João Lobo Antunes (IMM) na área do cancro, referiu em declarações que as descobertas dos cientistas distinguidos com o Nobel da Medicina “são bastante importantes, uma vez que possibilita novas estratégias para bloquear o mecanismo utilizado pelas células do cancro para se multiplicarem.

Newsletter

PUB

 

Apoio

AstrazenecaBayerBMSMerck

 

MSDPfizer OncologyRocheTakeda