Atualidade

02 Out. 2019

O estudo PRIMA, apresentado no simpósio presidencial na Sociedade Europeia de Oncologia Médica – ESMO 2019 e publicado simultaneamente no The New England Journal of Medicine, é o primeiro a demonstrar que um inibidor de PARP melhora significativamente o PFS, independentemente do status de BRCA, quando administrado como monoterapia em mulheres com cancro do ovário avançado com resposta à terapia com platina em primeira linha.

02 Out. 2019

Um terço das mortes por cancro em Portugal estão relacionadas com tumores do aparelho digestivo, números preocupantes avançados no dia em que se assinalou o Dia Nacional do Cancro Digestivo, pela Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia (SPG). Mais informação, prevenção, diagnóstico e tratamento é o compromisso da Gastrenterologia no combate a esta doença em crescendo ao prestar os melhores cuidados de saúde à população portuguesa.

02 Out. 2019

A Baxter International esteve presente no congresso da Sociedade Europeia de Oncologia Médica (ESMO), que terminou ontem, dia 1 de outurbo, e que reuniu médicos oncologistas de Espanha, França e Itália focados na importância do início precoce de uma terapia nutricional clínica em doentes com cancro, num simpósio organizado pela Baxter e intitulado “Terapia Nutricional Precoce e Eficaz em Doentes com Cancro Gastrointestinal: Uma Oportunidade para Melhorar os Resultados”.

24 Set. 2019

O Grupo Português de Génito Urinário (GPGU) lançou, dia 12 de setembro, um novo livro para os internos de Urologia com conteúdos personalizados, por área terapêutica, e com o objetivo de ser um apoio para os médicos, enfermeiros e farmacêuticos em Portugal.

24 Set. 2019

"Translating science into better cancer patient care" é o mote que dá forma ao ESMO 2019, a decorrer já entre os dias 27 de setembro e 1 de outubro. A News Farma marca presença no principal evento de Oncologia na Europa com o intuito de partilhar diariamente as mais recentes evidências científicas ali apresentadas. Fique a par de toda a atualidade.

24 Set. 2019

A Bayer anunciou que a Comissão Europeia concedeu autorização de comercialização na União Europeia (UE) de larotrectinib, uma terapêutica oncológica de Medicina de Precisão da Bayer. O medicamento é indicado para o tratamento de doentes adultos e pediátricos com tumores sólidos que exibem uma fusão do gene do recetor Tirosina Cinase Neurotrófico (NTRK), com doença localmente avançada, metastática, ou quando é provável que a ressecção cirúrgica resulte em morbilidade grave, e que não têm opções de tratamento satisfatórias. O larotrectinib já se encontra aprovado nos Estados Unidos da América (EUA), bem como no Brasil e no Canadá.

16 Set. 2019

A Roche anunciou que a Comissão Europeia aprovou o atezolizumab em associação com quimioterapia para o tratamento de 1.ª linha do cancro do pulmão de pequenas células, doença extensa.

12 Set. 2019

A Roche anunciou, em agosto, que o estudo de fase III IMvigor130 alcançou o endpoint coprimário de sobrevivência livre de progressão (PFS) avaliada pelo investigador. O estudo IMvigor130 é o primeiro estudo de fase III de uma terapêutica combinada com imunoterapia para o tratamento do cancro da bexiga avançado em doentes sem tratamento prévio.

10 Set. 2019

Segundo o relatório da Direção-Geral da Saúde “Saúde Infantil e Juvenil”, de 2018, as neoplasias, apesar de raras, são a principal causa de morte por doença em crianças e adolescentes, sendo responsáveis por 32% da mortalidade entre os cinco e os 14 anos e por 22% da mortalidade entre os 15 e os 18 anos. No entanto, os dados não chegam para perspetivar o futuro da Oncologia Pediátrica, que teve a sua última grande avaliação estatística em 2005 e que apontava, na altura, para cerca de 350 novos casos por ano. Por isso, no mês de sensibilização para o cancro infantil, a Fundação Rui Osório de Castro, que comemora este ano os seus 10 anos, apela à importância da existência de um registo nacional e da definição de uma estratégia nacional para a Oncologia Pediátrica.

10 Set. 2019

O Colégio de Oncologia da Ordem dos Médicos acusa a Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde (Infarmed) de estar a recusar medicamentos inovadores que permitem combater vários cancros, porque os peritos da autoridade nacional do medicamento consideram que na fase inicial da doença não há “risco imediato de vida”, mas apenas “risco de vida”. O tratamento só é autorizado quando já existem metástases.

Apoio

AstrazenecaBayerBMSLillyMerck

 

MSDPfizer OncologySanofi GenzymeTakeda